12 de julho de 2014

Acreditar


Hoje o dia está tão triste,
E toda dor que existe,
Talvez apenas eu posso sentir.
Parece que o céu,
Onde antes havia somente estrelas,
De olhar fixo parava para vê-las,
Hoje vejo apenas um escuro véu.

Será que a dor existe,
Para testar nossos limites?
Será que uma noite escura,
Denota um presságio de que um novo dia vai surgir,
E com ele a luz voltará então a brilhar?
É tudo que precisamos acreditar.


Imaginar que o impossível pode acontecer,
E apesar de saber que o sol nasce para todos,
Há sempre alguém que vive às sombras.

Talvez devemos nos conformar, isto faz parte da vida,
Um dia a gente ganha, em outro a gente perde,
Seguimos nosso destino rumo ao novo e desconhecido.

A felicidade existe e acreditamos nisto,
Pois se o contrário fosse porque ainda a buscaríamos?
A esperança existe e quem espera sempre alcança,

Se assim não pudermos acreditar,
Nesta vida já não vivemos mais.
É ter o ar e não mais respirar!