10 de agosto de 2012

Pais e Filhos


Nada vai mudar nossa história,
Já foram traçadas nossas trajetórias,
Temos mesmo que viver assim?
Não precisa fingir que não consegue nada sentir,
Que não se lembra de tudo que perdi,
Jamais se esquecerás de mim!
Somos partes integrante de fortes sentimentos,
Que já superaram alguns momentos,
E assim gradativamente sei que vamos seguir,


Se o medo bate em nossa porta,
É natural, mas e daí será que isto importa?
Se lutarmos juntos será mais fácil conseguir!
Queria apenas nos teus olhos olhar,
E saber que em Ti posso confiar,
Que não estou a sós no mundo!
Que se de meus olhos uma lágrima rolar,
Um lenço não seria o bastante para enxugar,
Bastaria você, por ao menos um segundo.
Eu poderia dizer então o que sempre quis,
Ou talvez lhe fazer aquele carinho que nunca fiz,
Abraçar-te e nos deixar envolver,
Caminhar lado a lado pelo caminho,
Retomar o que perdemos estando sozinhos,
E a partir de agora começar a viver!
Recuperar parte do que perdemos sem saber,
Sem saber que diferente poderia ser,
E hoje não sofreríamos com tantos “ais”!
Ainda podemos repensar nossa história,
Reescrever por novos caminhos nossa trajetória,
Eu queria apenas te abraçar e poder lhe chamar... Meu Pai!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com