2 de fevereiro de 2011

Lábios Calientes

Meus olhos se fecham e o que eu vejo,
Teus olhos brilhando, lábios caliente,
Um coração palpitante cheio de desejos,
Te busco em meus versos a todo instante!

Meus olhos se abrem e a verdade aparece,
Teus lábios caliente agora tão distante,
Levanto as mãos ao céu, invento uma prece,

Para acalmar este meu coração agonizante!
Que hoje sente o que os olhos não veem,
Que hoje sonha com o que não se tem
Que hoje vive pelo que se imagina!

O que posso dizer para este coração?
Que não tem paz, que morre de paixão,
Que sonha, sofre e chora por você menina!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com