14 de março de 2013

Despedida

Estou juntando os cacos,
Sobrevivente neste furação,
Nesta busca louca não me acho,
Não parece, é pura ilusão!

Fatos de uma ótica distorcida,
Momentos de pura insanidade,
Era um adeus, era despedida,
Não acreditei, mas é verdade!




Quando vi estava aqui,
Olhando o trem passar,
Agora é só esperar.

Não queria me despedir,
Não pude encarar de frente,
Um vento de saudade a gente sente.


0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com