25 de setembro de 2010

Coração Bobo

A alma chora,
Coração implora,
Dai-me um pouco deste amor!
Vento que bate á porta,
Ninguém escuta não se importa,
Solidão e dor!

Ah! Coração bobo,
Desconhece esse jogo,
Por que não aprendes a jogar!?
Deixe a solidão lá fora,
Mande a tristeza embora!
Tente se libertar!

Há caminhos que parece bem,
Se pensar, às vezes não convém,
Dilema, todos já viveram!

Você não é diferente,
Bate forte, também sente,
Há quem diga, nem mereceram!

Tudo bem pode ser assim?
Continue a bater por mim,
Viverei por Ti!

Não morras ainda,
Não deixe que findas,
Ainda estou aqui!

1 comentários:

Silviah Carvalho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com