Textos Sugeridos pelo Autor

9 de dezembro de 2009

Juro Que Tentei

Juro que tentei dizer adeus,
Até fingi para o meu coração,
Mas ele não te esqueceu!
E hoje quem chora sou eu!

É que ele não pode ver,
Somente vive para pulsar,
E neste pulsar ofegante,
Da realidade tão distante,

Mas uma vez quem chora sou eu,
Na verdade tenho os remos,
Também temos o leme,
Mas ele tenta tomar a direção,

E descobre que o amor virou paixão,
Agora não tem jeito não,
É sofrer, chorar, viver sem razão!
Eu juro que tentei!

Mas o meu coração bate forte,
Parece que sente e realça a emoção,
Porque amar a gente não escolhe,
O sentimento acontece,

Sem a gente perceber!
Quando acorda pela manhã,
O sol já se vai longe, o tempo já passou,
E a gente só sabe que apesar do muito que chorou,

O coração não sabe,
E para que o amor nunca se acabe,
Vamos nos apaixonar outra vez!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com