Textos Sugeridos pelo Autor

22 de setembro de 2011

Castelos de Areia


Ainda me pego em pensamentos,
Voando baixo, em plumas, levado pelo vento,
Viajar assim não custa nada!
Tento caminhar pela estrada,
Sem rumo, sem destino,
Sou como folhas secas, borboletas!

Não preciso saber aonde este caminho vai me levar,
Preciso apenas chegar, onde não importa,
Não preciso aprender o caminho,
Não pretendo mesmo voltar!
Quando a escuridão da noite me abraçar,
Ainda terei a lua para me acompanhar!

Cavalos e seus cavaleiros que me levam a cavalgar,
Se isto sonho for, não quero mais acordar,
Ver a vida passar, sem me preocupar com o tempo,
Vamos fazer de conta que esta história não tem fim,
Que os castelos mesmo que sejam de areia,
Tem um espaço reservado para as flores no jardim!

Pensamentos são livres, quem os pode deter?
São grãos de areia, quem os pode contar?
O meu pensar me faz viajar,
Leva-me a te encontrar,
Faz-me te abraçar, te amar e te desejar,
Sempre fico assim, quando penso em você!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com