16 de outubro de 2010

Abandonado Coração

Hoje em quatro paredes,
Já armei a minha rede,
Tecida em solidão!
Meu oceano é imenso,
Perde-se de vista e logo penso,
Perdi os remos, me caíram das mãos!

Hoje me deixas aqui no chão!
Abandonado coração,
Hoje eu grito pela razão,
Por amor não se morre não!

Hoje me deixas sem direção,
Olhos cegos de paixão!
Hoje morre um coração,
Que bate fraco sem razão!

Vou buscar em outros caminhos,
Aconchego em outros ninhos,
O que não tenho aqui nesta solidão!

Hoje sou ave de rapina,
A voar pelas campinas,
Buscando entender seu coração!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com