22 de outubro de 2010

Silêncio

Silêncio é tudo que ouço nesta noite fria,
Vento a balançar as cortinas, sussurros, sedução,
Silêncio é tudo que ouço nesta minha utopia,
Imaginando o toque suave de suas mãos!

E grito ao vento meu lamento,
Busco-te e te acho em pensamentos,
Tenho alento, sensação de amar,
Sinto teus lábios a me tocar!





Silêncio e tudo fica triste,
A fantasia já não existe,
Você não está aqui!

Silêncio e tudo se perde na estrada,
Dos sonhos, das palavras mal faladas,
Ficam as mágoas em saber que te perdi!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com