21 de novembro de 2011

Reflexão Tardia


Cada pedaço do meu eu,
Quer um pedacinho do seu,
Fico sem saber o que dizer!

Mesmo que juntasse todas as letras,
Formando uns versos em um simples palavrear,
Ainda ficaria sem saber!

Se eu digo que é contigo,
Que quero findar os meus dias,
Dirás que estou a me iludir,
Que ainda é muito cedo pra decidir,
O que na vida inteira temos pra viver!

Sofrimento meu, reflexão tardia,
Alma triste envolta em pura melancolia
É um pedaço do meu eu,
Que vives em busca de um pedacinho seu!

Quisera ter seguido a razão,
Não enganar meu coração,
Agora tento achar em outros braços,

Talvez recuperar um pouco do que se perdeu,
Mas juntando todo desespero meu,
Continuo a procura do Seu e do Meu Eu!

2 comentários:

Silviah Carvalho disse...

Muito lindo, um sentimento profundo posto em palavras.
Parabéns.

Valdeck Almeida de Jesus disse...

Caro poeta, esta incessante busca faz parte do jogo da vida, do jogo do amor... Uma hora dessas você encontra a alma-gêmea e tudo se completa... Valdeck Almeida de Jesus

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com