Textos Sugeridos pelo Autor

16 de dezembro de 2008

Barco de Papel

A chuva cai lá fora,
Aqui dentro a minha alma chora,
Esta dor que me aperta o peito,
Parece não ter fim, não tem jeito,
Não dá para explicar!

A noite chega e é tudo igual,
Mais uma vez sem você,
Meu coração já não pode bater,
Sinto perder a batalha,
Contra um mal que se espalha,
Sobre este mar sou barco de papel!

Volta e diz que seu amor ainda é meu,
Volta e diz que ainda faço parte dos sonhos teus,
Que você não me esqueceu!

Espero tanto este momento,
Sou menino, tão carente,
Que guarda no peito um amor ardente,
E em forma de versos entrego a te.

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com