12 de dezembro de 2008

Ilusão Perdida

Cai a tarde,
A noite é escura e fria!
Consigo me lembrar daquela velha nostalgia,
Lembranças dos tempos que no tempo se perdia.
Ainda há quem acredite no “pra sempre”,
E insiste que ele sempre existe,

Mas uma ilusão perdida,
Uma alma ferida,
Leva tempo para se curar!
Mas se parar pra pensar,
A verdade é uma só,
Parece música de uma nota só...

A gente cansa de ouvir...
Levanta, sacode a poeira,
Deixa de besteira,
O mar está calmo comece a remar,
Falta pouco e o barco já deve ancorar.
Tente outra vez,

Se parar agora não verá a glória,
De quem luta por uma vitória,
E escreve seu nome na história!
A gente aprende quando erra,
Recomeça quando um ciclo se encerra,
E assim deve ser!

Só não se pode é deixar de acreditar,
Nunca deixar a esperança se perder,
Um dia a gente deve se encontrar!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com