9 de dezembro de 2008

Você Foi Mais

Senti sua mão me segurando,
Meus cabelos afagando,
Onde andas que já não a vejo mais?
Não posso mais gritar a ti os meus “ais”!

Você se foi, como todos que um dia deve partir,
Hoje vejo brilhar no céu uma estrela,
Todos os dias na janela eu venho vê-la,
Só assim ainda encontro alento,


Pra relembrar aqueles momentos,
Momentos que você foi mais!
Momentos que você lutou por nós,

Momentos que se fez magia,
Para nos alegrar todos os dias,
Para celebrar mais um dia de alegria!

Você foi a rocha,
A brasa, as chamas, a tocha,
Você foi mais!
Muito mais... Você foi Mãe!
Minha Mãe!

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com