25 de novembro de 2010

Não Sei Dizer

Às vezes me perguntam por que sou triste,
Na verdade nem mesmo sei dizer,
Acho que meus pensamentos se conturbaram em minha mente,
E faz tão triste meu viver.

Sob as asas de muitos sonhos,
Meus dias se passaram,
E hoje como um rebanho disperso,
Em nada, simplesmente em nada se tornaram.

Parando no tempo, luto contra o vento,
Perdido em meu caminho,
Na retomada para o futuro,
Sinto como é triste estar sozinho.

Às vezes não sei o que dizer,
Calado viajo em meus pensamentos,
Que me conduzem para outra dimensão,
Onde posso sonhar sem sofrimentos.

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com