Textos Sugeridos pelo Autor

25 de novembro de 2010

Tarde Demais

Às vezes eu quero ficar só,
E assim pensar em nós dois,
Relembrar aquilo que fomos,
E hoje deparar-me com o que já não somos.

Sinto-me cara a cara com a realidade,
Às vezes ela segue a retidão,
Outras vezes não!
Ela também é injusta.

Dependendo do momento que vivemos assim pensamos,
Você não foi mais um amor que nesta vida perdi,
Foi algo bem maior, a felicidade que não alcancei.
A gente não pensa na hora,

E subitamente joga tudo fora,
Depois será muito tarde pra chorar,
Por que o que passou não volta jamais,
As recordações nos servem de consolo,

Lembranças que nos matam noite e dia,
Deixando-nos de coração vazio,
Estrutura abalada,
Sentimos então o que é a solidão,

E não nos conformamos,
Sob o pesar, a tristeza,
Então choramos!
Daí vem a realidade, acordamos muito tarde!

Tarde demais!
O trem da felicidade já partiu,
A caminhada agora será mais longa,
Tarde demais!
Tarde demais pra chorar.

0 comentários:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para fazer seus comentários, lembrando que comentários anônimo serão permitidos porém não serão publicados!


Cleilton F. Vieira
cleilton@msn.com